|

Uma luz a brilhar no ar

Compartilhe nas Redes Sociais

Compartilhe nas Redes Sociais

Chegar à velhice na nossa geração, torna-se a maior aventura de todos os tempos. As metas e objetivos que traçamos para a nossa vida, o desgaste da rotina do dia-a-dia, as preocupações em vivermos neste mundo onde tudo passa depressa e sem tempo para se olhar para trás, diria mesmo que estamos a atravessar uma das piores fases da nossa existência. Não descobrimos o fogo, nem o ferro, nem a luz, mas descobrimos milhões de coisas com uma dimensão tão grande que nos esquecemos do essencial da vida: Viver! Há duas semanas atrás recebi a notícia de um lar de

AG e os Meias Limonada - Música POP Portuguesa

Banda de 10 elementos ou Dueto de voz e Piano para locais mais intimistas

Existe uma vontade louca

De me aproximar

Há um caminho difícil

De percorrer e chegar.

 

Com toda esta prontidão

Os homens vão parar

Maneiras só há uma

Quando houver razão para matar.

 

Não existe motivo exemplar

De que quando existe

Até onde poderei chegar

Podendo até ser triste.

 

Ai saudade, saudade

Ai saudade, saudade

Ai saudade, Ai saudade, Ai saudade

 

Rumo ao infinito desconhecido

A um lugar bem distante

Uma realidade sonhadora

Na vida de um andante.

 

Até que de mal façamos

Não há razões indefinidas

Mel, coisas doces abusamos

E ainda por cima são bandidas.

 

Acreditamos no impossível

Por saber que nada mudou

Até quando veremos

Quem é que me atraiçoou.

 

Ai saudade, saudade

Ai saudade, saudade

Ai saudade, Ai saudade, Ai saudade

 

Uma luz a brilhar no ar

Um cruzamento de oposição

Existem outras formas loucas

Que jamais se saberão.

 

Ai saudade, saudade

Ai saudade, saudade

Ai saudade, Ai saudade, Ai saudade

 

Que tenho de ti

Quando alguém te der um limão…

Faz uma limonada!

Compartilhe nas Redes Sociais

Comentários