Música Portuguesa é mesmo de má qualidade

Compartilhe nas Redes Sociais

Compartilhe nas Redes Sociais

Chegar à velhice na nossa geração, torna-se a maior aventura de todos os tempos. As metas e objetivos que traçamos para a nossa vida, o desgaste da rotina do dia-a-dia, as preocupações em vivermos neste mundo onde tudo passa depressa e sem tempo para se olhar para trás, diria mesmo que estamos a atravessar uma das piores fases da nossa existência. Não descobrimos o fogo, nem o ferro, nem a luz, mas descobrimos milhões de coisas com uma dimensão tão grande que nos esquecemos do essencial da vida: Viver! Há duas semanas atrás recebi a notícia de um lar de

AG e os Meias Limonada - Música POP Portuguesa

Banda de 10 elementos ou Dueto de voz e Piano para locais mais intimistas

Portugal é mesmo um País de pessoas que se acham a última cereja de um bolo. Não quero que pensem que me esquivo disso. Também me acho uma cereja, mas daí a pensar que sou a única vai uma grande distância.

Como sabem, a música Portuguesa, por imposição de lei, tem uma cota de 30% para passagem nas rádios em Portugal. A Ministra da Cultura impôs esta cota com a surpresa dos dois maiores grupos de rádio em Portugal, Média Capital  Rádios e Renascença.

Pode-se sempre analisar estas temáticas de várias formas. Se começarmos pela liberdade de expressão, chegamos rapidamente à conclusão de que estas Rádios estão certas, não devendo haver imposições nesse sentido. No entanto, se observarmos pela nossa pequenez, constatamos que é uma vergonha ser o governo a impor que se passe de forma obrigatória Música portuguesa nas nossas Rádios.

Felizmente já tive a oportunidade de ter estado em vários países e de diferentes culturas. Todas elas, não sei se por imposição ou não, passam orgulhosamente a sua música, Mais bonito ainda é toda a gente fazer da música um escape de felicidade e quase todos sabem as suas letras. Só por curiosidade sabe quantas pessoas existem no Brasil e quantos músicos existem por lá? Mesmo assim acredita que é difícil encontrar um brasileiro que não goste de música e que não saiba as suas letras favoritas?

Temos um exemplo recente na Televisão Portuguesa. O canal ALMA LUSA faz uma emissão de 24 horas com vídeos de músicas Portuguesas. Não sei se têm ou não muita audiência, nem é isso que me interessa para aqui, mas serve para vos dizer que é um canal direcionado para a nossa música e que consegue ter conteúdos que preencham as suas horas de emissão diárias (só 24horas).

A televisão Portuguesa, por exemplo, preenche os seus espaços de fim de semana, com um espetáculo de música popular Portuguesa variada, onde mistura bolos, cavalos, rabos de bailarinas e músicos no mesmo tempo de antena do artista. A mistura é sempre boa. No entanto para ouvirmos as intervenções desastrosas de alguns dos seus apresentadores, temos que os gramar na integra. Pensem melhor nisto, porque aqui, isso sim, deveriam ser substituídas as vossas imagens pelos rabos das bailarinas.

Todos temos que ser uns para os outros. Sem problemas de fazermos bem, sem esticar a mão de um lado e receber de outra e sem procurar ficar por cima com o mal dos outros.

O nível da televisão só aumenta se cada vez mais pessoas assistirem aos programas de televisão. A evolução das restantes atividades acontecem da mesma maneira. Só melhoram com o aumento da sua visibilidade e da exigência do público.

A música é um negócio de milhões e nós somos responsáveis pela sua divulgação e fazermos cada vez mais e melhor. Sabe o que é qualidade? Qualidade é agradar ao público a quem se destina o produto. Acreditem que a nossa música tem muita aceitação e não é apenas nas grandes capitais que se ditam as regras da cultura que nos querem impor. 

É uma vergonha passar a música Portuguesa que se tenta fazer bem, mas depois existe um tempo de antena fantástico para aquelas músicas que acharam mesmo muita piada. Talvez seja o ensinamento que nos dão. Vamos todos fazer músicas como estas. Que fixe! E mais… ainda enchem pavilhões!

Sirva de exemplo esta situação. Aproveitamento de um tempo de antena para fazerem algo que não são especialistas. Tem a sua piada, mas se ninguém teve a coragem de o dizer e afirmar eu tenho. Brincam com quem trabalha na área de forma descarada! Deixem músicos fazerem rádio e vejam o que eles serão capazes de fazer.

Não se envergonhem da nossa cultura!

Quando alguém te der um limão…

Faz uma limonada!

Compartilhe nas Redes Sociais

Comentários