Melhor não há

Compartilhe nas Redes Sociais

Compartilhe nas Redes Sociais

Chegar à velhice na nossa geração, torna-se a maior aventura de todos os tempos. As metas e objetivos que traçamos para a nossa vida, o desgaste da rotina do dia-a-dia, as preocupações em vivermos neste mundo onde tudo passa depressa e sem tempo para se olhar para trás, diria mesmo que estamos a atravessar uma das piores fases da nossa existência. Não descobrimos o fogo, nem o ferro, nem a luz, mas descobrimos milhões de coisas com uma dimensão tão grande que nos esquecemos do essencial da vida: Viver! Há duas semanas atrás recebi a notícia de um lar de

AG e os Meias Limonada - Música POP Portuguesa

Banda de 10 elementos ou Dueto de voz e Piano para locais mais intimistas

Olho pela vidraça

Vejo-te a chegar

O tempo que nos traça

A vontade de agarrar

Tenho na memória

Este chão a cair

Recordo a história

Não se volta a repetir

 

O dia não descansa

Sem te ver sair

Amanhã ainda há esperança

De voltar a sorrir

Agarrado pelo tempo

De te ver a chegar

Este é o momento

De te poder abraçar

 

Eu quero ver o dia, ver o dia a nascer

Eu quero ver a lua, ver a lua a brilhar

Sentir o medo, medo de adormecer

Sem te ter, ter ao acordar

 

Faz

O mundo girar

Ao teu lado

Eu não vou parar.

 

O calor que mata

A vontade de sair

As notas que se soltam

Quando me vês a sorrir.

Sozinho na estrada

Sem nada a temer

Guiado na esperança

De poder vencer.

Caio na armadilha

Sem ver a lição

Guardo a confiança

Quando oiço a canção

Segue o caminho

E tu vais esquecer

A mão no teu ombro

Só tu vais perder

 

Eu quero ver o dia, ver o dia a nascer

Eu quero ver a lua, ver a lua a brilhar

Sentir o medo, medo de adormecer

Sem te ter, ter ao acordar

 

Faz

O mundo girar

Ao teu lado

Eu não vou parar.

Quando alguém te der um limão…

Faz uma limonada!

Compartilhe nas Redes Sociais

Comentários