CNN, o que trouxeste de novo?

Compartilhe nas Redes Sociais

Compartilhe nas Redes Sociais

Chegar à velhice na nossa geração, torna-se a maior aventura de todos os tempos. As metas e objetivos que traçamos para a nossa vida, o desgaste da rotina do dia-a-dia, as preocupações em vivermos neste mundo onde tudo passa depressa e sem tempo para se olhar para trás, diria mesmo que estamos a atravessar uma das piores fases da nossa existência. Não descobrimos o fogo, nem o ferro, nem a luz, mas descobrimos milhões de coisas com uma dimensão tão grande que nos esquecemos do essencial da vida: Viver! Há duas semanas atrás recebi a notícia de um lar de

AG e os Meias Limonada - Música POP Portuguesa

Banda de 10 elementos ou Dueto de voz e Piano para locais mais intimistas

Não sou de ver este tipo de programas televisivos, mas hoje, nem sei bem porquê, fiquei curioso com as declarações do comentador desportivo Rui Santos. Homem com maturidade intelectual elevada para não se meter neste tipo de insinuações que em nada favorecem o desporto, nem a sua imagem! 

Lamentáveis declarações só para inteligentes, a pensar o senhor que é a última cereja do bolo. Está mesmo muito enganado!

Ficaria ainda mais preocupado se este senhor fosse pago por todos nós para o ouvir falar desta forma. Sr. Rui Santos é a prova de que o futebol vai mesmo mal. 

Vamos lá então começar:

  1. A Arbitragem em Portugal é fraquinha;
  2. O nosso Futebol é fraco;
  3. A nossa arbitragem influência resultados:
  4. As nomeações para o VAR deveriam ser efetuadas com maior cuidado;
  5. Os penaltis não estão bem repartidos pelas equipas;
  6. Os cartões vermelhos e amarelos também não estão bem repartidos pelas equipas;
  7. Os árbitros deveriam ser nomeados tendo em conta as regiões onde residem;
  8. As decisões da arbitragem deveriam ser tornadas públicas;
  9.   Enfim… blá, blá, blá

Sr Rui Santos atenda que:

  1. A Arbitragem não é forte não senhor, tem toda a razão. Mas não abordaria o assunto dessa forma. começaria por lhe dizer que a nossa arbitragem quando arbitra jogos no estrangeiro pauta-se por bons desempenhos e boas atuações. Muito se deve à postura competitiva dos atletas e ao respeito que têm pelo papel do árbitro. No nosso país, infelizmente, isso está sempre fora de causa. É preferível dizer-se mal do árbitro do que dizer mal da atuação e falta de respeito competitivo dos atletas. São muitos os exemplos de atletas e treinadores portugueses a jogar no estrangeiro a mudarem de postura e a tornarem-se mais desportistas.
  2. O nosso Futebol é e tem que ser fraco. Os nossos clubes não possuem recursos financeiros com capacidade para adquirir bons interpretes, assim como também não os conseguimos manter assim que dão um pouco nas vistas. Nesta conformidade, apenas disputamos o nosso campeonato com aquilo que os outros não querem!
  3. A nossa arbitragem pode até influenciar resultados na sua opinião, mas no fim do campeonato ainda não ouvi nenhum comentador a dizer que se trata de um vencedor injusto. Justo seria, aos nossos olhos, vencer quem seria o melhor aos nossos olhos. A atitude desportiva também começa aqui. Respeitar as vitórias e as derrotas e explicar o porquê das mesmas em termos técnicos, porque isso sim, é o desporto. O resto são insinuações de mau gosto e que põem em causa a respeitabilidade dos agentes desportivos.
  4. Acredito que sim, mas não acreditam os senhores de que quem nomeia tenha razões mais do que justificadas para as efetuar? Diria mais, se as nomeações fossem ao gosto de toda a gente seria possível chegar-se a uma solução? Onde andam essas cabecinhas pensadoras? Ok, já sei. o nomeador da liga é mesmo um grande incompetente e o senhor deveria ser substituído rapidamente por um a seu gosto. Onde anda com a cabeça?
  5.  Acha mesmo que os penaltis terão que ser repartidos? Acha mesmo isso? Acha mesmo que este é um assunto para se colocar da forma como colocou para se fazer uma análise de quem está a ser mais beneficiado ou não nos campeonatos?
  6. Os cartões também são colocados em causa? veja a resposta anterior!
  7. Os árbitros deveriam ser nomeados tendo em conta as suas regiões de residência? Os árbitros não têm residência na maneira de pensar o jogo. As pressões fazem-se sentir? Assunto de polícia! A  capacidade de arbitrar não pode ser nunca colocada em causa com a residência do árbitro!
  8. As arbitragem deveriam ser tornadas públicas. Nisto concordo consigo, no entanto, ao mesmo tempo, deveriam ser colocadas regras aos agentes desportivos sempre que estes se dirigissem ao árbitro.  Só o deveriam fazer também com amplificação de som para que todos fiquem a saber quais os nomes bonitos pelos quais todas as semanas são brindados.
  9. Enfim…

Sr. Rui Santos, não me leve a mal pelas palavras aqui escritas, mas há que referir que o senhor entrou pela minha casa sem me perguntar se o queria ouvir ou não. Habilita-se a que muitos comentários destes apareçam em seu desfavor. Claro que não vai receber muitos, porque quem anda nisto há muito tempo também tem que saber posicionar-se, e o senhor sabe bem!

O nosso desporto, e não só o futebol, está a deteriorar-se. O respeito desportivo está cada vez mais a ser colocado em causa por pessoas que falam de forma leviana na nossa comunicação social. 

A CNN, órgão de comunicação conceituado em todo o mundo, deu um grande tiro nos pés ao vir para Portugal. Não só nada trouxeram de novo, como também nada se aprende com este tipo de jornalismo e programas baratos de desporto. Colocar este senhor como comentador isento na CNN é como mandar pedras para um telhado de vidro!

E porquê esta minha indignação? Seria fácil concluir: É do FCP! Não meu amigo, a minha indignação é ser-lhe dado palco e não haver a possibilidade de resposta às suas afirmações. 

Como é que podemos discutir futebol em todos os canais desportivos sempre com a presença dos mesmos Clubes representados? Só existem em Portugal Porto, Benfica e Sporting? Tenham vergonha! Os senhores não pensam no futebol! Pensam, isso sim, nas audiências. E quem cria as confusões começam por ser vocês!

É uma falta de respeito para o desporto, o senhor estar indignado com o lance do FCP, por este, no seu entender, ter sido mal assinalado e penalizar os adversários diretos: Benfica e Sporting. Sr. Rui Santos, esqueceu-se que a equipa que mais poderia ter sido prejudicada seria o Vitória de Guimarães e sobre isso nem uma palavra disse.

O Desporto está mal? Está sim senhor e isso muito se deve aos senhores!

Já agora para terminar, para uma próxima votação, sugeria-lhe a seguinte pergunta:

Em Portugal, a comunicação social desportiva é isenta?

Quando alguém te der um limão…

Faz uma limonada!

Compartilhe nas Redes Sociais

Comentários