Caio no céu

Compartilhe nas Redes Sociais

Compartilhe nas Redes Sociais

Chegar à velhice na nossa geração, torna-se a maior aventura de todos os tempos. As metas e objetivos que traçamos para a nossa vida, o desgaste da rotina do dia-a-dia, as preocupações em vivermos neste mundo onde tudo passa depressa e sem tempo para se olhar para trás, diria mesmo que estamos a atravessar uma das piores fases da nossa existência. Não descobrimos o fogo, nem o ferro, nem a luz, mas descobrimos milhões de coisas com uma dimensão tão grande que nos esquecemos do essencial da vida: Viver! Há duas semanas atrás recebi a notícia de um lar de

AG e os Meias Limonada - Música POP Portuguesa

Banda de 10 elementos ou Dueto de voz e Piano para locais mais intimistas

O som que agarra o vento

Não deixa ninguém desatento

Passa depressa e sem medo

Bate com força no rochedo

Parte

Foge

E sente que nada mudou

E finge que o mundo virou

Faz o moinho rodar

Faz-se ouvir a passar

Derruba

Sopra

E não se deixa controlar

Parece querer abraçar

E tudo o que o vento levou

Não deixo de ser quem sou

 

 

 

Caio no céu

No meio das nuvens do medo

Nas ondas do ar

Viajo em segredo

Abres a porta

E dás-me a tua luz

Sinto um aperto

tudo me seduz

 

 

 

Quando dominares o vento

Mostras todo o teu talento

Constróis da fraqueza o perfeito

Sentes um alívio no peito

Olha

Sente

O mundo não para para ti

Não fiques a pensar assim

O dia não é só Inverno

O Amor pode não ser eterno

Promete

Esconde

o céu pela manhã a sorrir

vai continuar a existir

o vento é o que me dás

o passado ficou lá trás

Quando alguém te der um limão…

Faz uma limonada!

Compartilhe nas Redes Sociais

Comentários