Sonhar não faz mal a ninguém

Compartilhe nas Redes Sociais

Compartilhe nas Redes Sociais

Convido-te a conheceres os meus projetos:

AG e os Meias Limonada - Música POP Portuguesa

Banda de 10 elementos ou Dueto de voz e Piano para locais mais intimistas

Sonhar não é nada difícil e está ao alcance de todos. Qualquer dia, quando se souber mais sobre os pensamentos humanos, estes também pagarão imposto e os mais atrevidos serão carregados de taxas mais elevadas!

Os sonhos são nada mais que uma combinação de memórias remotas e recentes. Para Freud, o que você vê num sonho são imagens do dia anterior ou da semana passada. É por isso que um sonho pode ter cenas que parecem aleatórias, mas na verdade são experiências que vivemos em algum momento da vida.

O cérebro orquestra esse processo, mas não replica exatamente o que vivemos– exceto quando o sonho envolve algum stress pós-traumático. O que ele faz é combinar memórias recém-formadas valiosas com outras que ainda não foram totalmente compreendidas. Nessa conta, ele prioriza as que estão mais carregadas de emoção.

Em primeiro lugar, procure ter uma boa noite de sono. Isso é essencial para permitir que o cérebro se dedique à maravilhosa missão de lhe fazer relaxar e de lhe dar a hipótese de interpretar o significado dos sonhos. Em segundo lugar, quando acordar, evite abrir os olhos imediatamente e tente lembrar-se do máximo de coisas do seu sonho que puder. A recomendação dos olhos fechados é para que não repare no que está em seu redor e disperse a mente com o dia que se inicia e com as tarefas que tem para cumprir.

Em terceiro lugar, procure sentir-se no sonho e anote tudo o que conseguir recuperar. Com o tempo, você terá mais facilidade em reunir essas informações e associá-las à forma como se sentiu quando acordou. Dessa maneira, desenvolve o seu autoconhecimento e a habilidade de entender e interpretar o que sonhou. Com isso, a sua capacidade de lidar e processar os próprios sentimentos começam a tomar forma!

Sonhar com temas comuns, como aranhas, quedas, brigas, cabelo, cavalos, cobras, etc já possuem uma linha entendível para cada um deles. No entanto, existem muitos sonhos que não se sabem os seus significados. Muitas vezes até parecem reais demais para ser um sonho. Quem não se lembrar de sonhar que estava a fazer xixi num lugar qualquer e acordou com um quentinho nas pernas? Coisas da vida…

Aqueles que incomodam e não nos largam

Existem sonhos que não nos largam. Uns  mais incomodativos do que outros, mas sempre a chatearem a cabeça e a não respeitarem a nossa vontade. Acontecem muitas vezes e terão que ser relatos para que alguém possa ajudar a apagar ou enterrar aqueles “chatos” pensamentos que fazem questão de não saírem da cabeça.

Pessoas com quem sonhamos e acabam por fazer parte da nossa vida se querermos é um problema muito comum. Há quem diga de forma muito fácil: ” -Deixa isso para lá!”, mas o que não conseguem reconhecer é a dificuldade de se deixar para trás qualquer coisa que nos incomoda durante anos e anos.

Aqueles ali mesmo à porta

Todos temos metas e objetivos diferentes na vida. Há uns mais fáceis de concretizar do que outros, mas a alegria está em os poder concretizar de forma real e se assim não for, conseguir ter o gozo de os poder “viver” em pleno sonho. Não será demais revelar de que muitos dos meus sonhos já se concretizaram e foram cinco estrelas! Claro que aquele onde tenho de ir à lua vai ser quase impossível, mas não deixo de me divertir a sonhar nesse momento só meu!

Hoje completei mais uma produção musical cujo nome é ” Eu vou até â lua”.

Este tema vai diretamente para o concurso do Festival da Canção de 2023. Estas minhas tentativas, as quais não me envergonho, são tentativas de poder concretizar um sonho que tenho desde pequenino. Estar num palco do Festival da Canção seria a concretização de mais um sonho meu. No entanto reconheço a dificuldade e a quase impossibilidade que me assiste em poder lá estar, mas como disse anteriormente, o sonho é fácil e este ninguém me tira. Juntei os dois sonhos e produzi este tema que devido às imposições do concurso ainda não pode ser revelada.

Em breve darei notícias desta minha, que gostaria se tornasse vossa também, música “Eu vou até à lua”.

Quando alguém te der um limão…

Faz uma limonada!

Compartilhe nas Redes Sociais

Comentários