Quando se fazem as obras finais no Pavilhão do “Mafra”?

Compartilhe nas Redes Sociais

Compartilhe nas Redes Sociais

Convido-te a conheceres os meus projetos:

AG e os Meias Limonada - Música POP Portuguesa

Banda de 10 elementos ou Dueto de voz e Piano para locais mais intimistas

Começo por afirmar de que este artigo não foi solicitado nem incentivado por alguém afeto ao CD Mafra. Acho que chegou a hora de se falar num assunto de extrema importância e que não existe coragem de se abordar por medos estranhos, não sei de onde!

Como sabem, a prática de desporto é uma das soluções para fazermos a nossa sociedade mais responsável e saudável nas suas atividades futuras. Quem ainda não ouviu a expressão de que “estando aqui, estão desviados de outros caminhos!”

Diria mais, quaisquer que sejam os entretenimentos na juventude, fazem com toda a certeza a escolha de melhores caminhos no futuro.

Hoje o tema é Andebol e as suas condições para a prática da modalidade. Existem muitos Clubes que praticam esta modalidade na região de Lisboa. Diga-se de passagem de que já foi em maior número, mas em muito contribuíram as exigências mínimas para a prática da mesma. Exigências muito ao nível da formação e das condições de praticabilidade da modalidade no que diz respeito aos seus “terrenos de jogo”. Esta é uma modalidade de pavilhão e como tal, a exigência de uma instalação desportiva desta dimensão já pesa significativamente para a escolha ou não da prática do Andebol nos Clubes.

 

É fácil ter um pavilhão desportivo?

Fácil? Quem faz destas perguntas certamente não sabe, nem tem conhecimento do que é manter uma instalação destas, a que muitas vezes se designam por “monstros”.  A sua manutenção requer cuidados especiais, bem como a sua boa utilização.

E é aqui onde eu me vou focar diretamente. Existem instalações destas que não têm acesso ao público, apenas servem os desportistas e o treino. Estes foram pensados há anos atrás e nunca houve a preocupação com este tipo de “pormenor”. Ainda bem que a mentalidade mudou e neste momento, já é difícil conceber uma instalação deste tipo sem a devida preocupação do público. Mas diga-se também de que apesar do público ser uma incógnita na equação, não pode ser desprezada. Isto é, as condições oferecidas às pessoas têm que ser boas para que qualquer que seja o acontecimento desportivo possa ser atrativo no que diz respeito ao seu acompanhamento.

Fruto da experiência que tenho, posso afirmar de que existem muitos locais que deixam a desejar, mas por outro lado, outros deixam água na boca!

Condições são necessárias e urgentes!

Há quem tenha receio de falar ou de se expor e a vida é feita destes “pequenos cobardolas” que se vão safando na nossa sociedade fugindo dos pingos da chuva.

No passado dia 26 de Setembro o CD de Mafra e a sua secção de Andebol fizeram a apresentação de todas as suas equipas de Andebol. Já contam com muitos atletas e começa a ser quase impossível fazer crescer qualquer outra modalidade nesse pavilhão com os mesmos moldes de formação. 

Caras bonitas e sorridentes à parte, assim como os discursos de pré-campanha, vamos ao que interessa. Deixo aqui perguntas que gostaria de ver respondidas e que infelizmente ninguém as dá: 

  1. Quando se finalizam as obras deste Pavilhão inacabado durante anos e anos a fio?
  2. Quando se reconstroem balneários dignos para receberem atletas de todas as idades e de todos os géneros?
  3. Quando se oferecem condições dignas ao público que faz questão em acompanhar os seus educandos ou pura e simplesmente passar uma tarde desportiva agradável?
  4. Quando se muda a velha iluminação do Pavilhão para uma iluminação led?
  5. Quando se substitui o piso do pavilhão por um outro que dê suporte à prática da modalidade em boas condições?

Já agora...

Não sou da opinião que nos tempos modernos as Associações andem sempre com uma mão à frente e outra atrás para pedirem subsídios às Entidades Públicas, mas também não posso, nem devo deixar passar, a boa gestão financeira que é feita na sociedade à nossa custa, a dos contribuintes. Sendo assim, e sabendo que o Pavilhão Desportivo do CD de Mafra é da Câmara Municipal, parece-me mais do que lógico que as melhorias no seu imobilizado seja da sua inteira responsabilidade. Já a manutenção, essa sim, deveria ser do CD de Mafra.

Não acham que já chega de tamanha miséria?

Muitas são as pessoas que visitam este Pavilhão durante o fim de semana e posso-vos garantir de que a opinião é sempre a mesma. É uma pena “isto” estar assim!

Quando alguém te der um limão…

Faz uma limonada!

Compartilhe nas Redes Sociais

Comentários