Redes Sociais mudam regras

Compartilhe nas Redes Sociais

Compartilhe nas Redes Sociais

Chegar à velhice na nossa geração, torna-se a maior aventura de todos os tempos. As metas e objetivos que traçamos para a nossa vida, o desgaste da rotina do dia-a-dia, as preocupações em vivermos neste mundo onde tudo passa depressa e sem tempo para se olhar para trás, diria mesmo que estamos a atravessar uma das piores fases da nossa existência. Não descobrimos o fogo, nem o ferro, nem a luz, mas descobrimos milhões de coisas com uma dimensão tão grande que nos esquecemos do essencial da vida: Viver! Há duas semanas atrás recebi a notícia de um lar de

AG e os Meias Limonada - Música POP Portuguesa

Banda de 10 elementos ou Dueto de voz e Piano para locais mais intimistas

As redes sociais são uma realidade do dia a dia de hoje. Ninguém, ou quase ninguém, deixa de reservar um tempo da sua vida para consultar aquilo que se vai falando no seio dos amigos reais e virtuais. Aproveitamos geralmente os locais onde podemos estar mais atentos, como por exemplo a casa de banho, e lá estamos nós com os dedos de baixo para cima e vice-versa a tentar apanhar “informação” fresca. Depois, como eu faço também, até postamos algumas fotos, textos ou músicas para todos.

A reflexão começa aqui:

  1. Aquilo que eu posto servirá para alguma coisa?
  2. Alguém me vai ler?
  3. Se lerem têm que se expressar com gosto ou não gosto?
  4. Mudamos o mundo com a diversidade de notícias a serem escritas e partilhadas nas redes a cada minuto que passa?
  5. Porquê ter tantos amigos? Conhecemo-los a todos?
  6. Qual a importância do comentário?
  7. Para que serve uma foto?
  8. O quê e quem queremos atingir?
  9. Porque nos servimos das redes para falarmos de nós?
  10. Haverá justiça nas redes sociais?
  11. Até onde chega a liberdade de cada um?

 

A todas estas perguntas terei uma resposta, assim como acredito que todos terão diferente de mim. Mas gostaria de chegar mais longe com uma ideia mais “parva”. Imaginem as redes socias serem como a wikipédia: Só se podem escrever artigos sobre os outros e nunca em nome pessoal. Já pensaram nisso? Será que as redes sociais mudavam ou deixariam de haver tantos “internautas sociais”?

Quando alguém te der um limão…

Faz uma limonada!

Compartilhe nas Redes Sociais

Comentários