4h de espera? Ninguém lá vai porque quer!

Compartilhe nas Redes Sociais

Compartilhe nas Redes Sociais

Chegar à velhice na nossa geração, torna-se a maior aventura de todos os tempos. As metas e objetivos que traçamos para a nossa vida, o desgaste da rotina do dia-a-dia, as preocupações em vivermos neste mundo onde tudo passa depressa e sem tempo para se olhar para trás, diria mesmo que estamos a atravessar uma das piores fases da nossa existência. Não descobrimos o fogo, nem o ferro, nem a luz, mas descobrimos milhões de coisas com uma dimensão tão grande que nos esquecemos do essencial da vida: Viver! Há duas semanas atrás recebi a notícia de um lar de

AG e os Meias Limonada - Música POP Portuguesa

Banda de 10 elementos ou Dueto de voz e Piano para locais mais intimistas

O Centro de Saúde de Mafra é a unidade hospitalar que serve toda a população de Mafra e arredores. São muitas as pessoas que aqui se deslocam à procura de soluções de saúde. Digo mesmo, um mal necessário para todos.

 

Sei, ou julgo saber, de que o seu corpo profissional trabalha de forma incansável para atender todos aqueles que ali se deslocam, com um sorriso na cara.  Não tenho a mínima dúvida de que todos dão e darão o seu melhor.

Então o que falta?

Acredito que doentes não faltem. Isto porque de acordo com as filas e a lista de espera que se constatam, pode-se verificar o volume de pessoas que procura este tipo de serviço. Sei também que não há pessoal profissional ao virar da esquina e que também não será nada barato completar ou aumentar o quadro efetivo ou contratado de um momento para o outro. Estas são realidades com que nos deparamos e as quais não deveremos fazer vista grossa e dizer que nada vimos, só porque dá jeito.

Será admissível entrar uma criança com 14 anos de idade no “Centro de saúde” às 12h30 e ser atendido às 16h03m para fazer um Raio X? Estava a morrer? Claro que não! Mas também ninguém supostamente estaria a morrer naquela sala de espera!

[ poder-se-á perceber por estas palavras de que o serviço de Raio X é que tem este atraso todo, o que não é nada verdade. O atraso é correspondente à diferença entre o tempo de entrada no Centro de Saúde e o atendimento por um médico de serviço.]

Este artigo não serve para criticar quem quer que seja, apenas alertar a quem de direito de que a saúde nos países mais desenvolvidos deverá ser uma prioridade. Se queremos ter qualidade na nossa região, teremos também de exigir qualidade em todos os setores. 

Deverão rever este problema de maneira a que possamos sair satisfeitos de um local onde ninguém lá vai porque quer, mas sim porque tem necessidade.

Quando alguém te der um limão…

Faz uma limonada!

Compartilhe nas Redes Sociais

Comentários