Mulheres com voz

Compartilhe nas Redes Sociais

Compartilhe nas Redes Sociais

Chegar à velhice na nossa geração, torna-se a maior aventura de todos os tempos. As metas e objetivos que traçamos para a nossa vida, o desgaste da rotina do dia-a-dia, as preocupações em vivermos neste mundo onde tudo passa depressa e sem tempo para se olhar para trás, diria mesmo que estamos a atravessar uma das piores fases da nossa existência. Não descobrimos o fogo, nem o ferro, nem a luz, mas descobrimos milhões de coisas com uma dimensão tão grande que nos esquecemos do essencial da vida: Viver! Há duas semanas atrás recebi a notícia de um lar de

AG e os Meias Limonada - Música POP Portuguesa

Banda de 10 elementos ou Dueto de voz e Piano para locais mais intimistas

Hoje foi dia de teatro e do bom!

Eram 17h00 e lá estava eu a ver uma peça simples mas com conteúdo muito forte. São nestas pequenas festas e nestes pequenos eventos que por vezes descobrimos coisas maravilhosas. Fui convidado a estar presente por umas pessoas amigas e tive o prazer e a honra de poder assistir a uma peça de teatro maravilhosa. Não sou um crítico destas andanças, mas sou apenas uma pessoa que se manifesta através das emoções que me provocam. E hoje provocaram-me essas emoções boas!

Mensagem forte

O 25 de Abril é retratado pela nossa sociedade de diversas formas. Poderemos dizer que esse dia foi, para muitos portugueses, um dia diferente no que se refere às liberdades adquiridas. Tinha 5 anos e como tal, por mais que quisesse referir-me ao 25 de Abril de forma intelectual, apenas me iria restringir àquilo que li e que ouvi. Não senti, felizmente a diferença do antes e do após. Acredito e tenho fé de que os tempos foram maus e que neste momento sou um sortudo por tudo aquilo que as gerações anteriores conquistaram. Estou grato por tudo!

Sendo assim, hoje aprendi mais um pouco, numa perspetiva diferente: O da mulher!

A ser verdade, a diferença dos tempos fez com que as mulheres se libertassem das amarras de uma sociedade tacanha e machista. Esta peça retratou esta temática e dá que pensar!

Libertação das mulheres

Certo é que as mulheres se libertaram e conquistaram o seu espaço. Muitas vezes ainda com alguns olhares incómodos de quem não concorda com esta igualdade, mas o tempo vai fazendo com que esse tipo de pensamento seja cada vais mais reduzido e até incompreensível na sociedade moderna. As mulheres devem e têm, a meu ver, todos os direitos e deveres dos homens, sem a necessidade de os mesmos serem impostos em lei. Estamos cada vez mais perto que isso aconteça e hoje em dia, elas já dão provas mais que suficientes que chegam onde os homens chegam e até muito mais longe!

Espetáculo dos seus sonhos

Na sinopse da peça poderemos ler que as mulheres gostariam de cumprir o desejo de realizar “um espetáculo de sonho” através de uma peça de teatro, mas as dificuldades da época não o permitiu. A censura dos maridos autoritários fez com que estas fossem renegadas e cumprissem apenas as tarefas domésticas. A história deste argumento leva-nos às dificuldades e à forma como estas foram ultrapassadas somente após o 25 de abril.

Espero que esta realidade faça apenas parte da história, mas infelizmente tenho conhecimento que não. Ainda existem muitas mulheres à espera do seu 25 de abril e da sua liberdade.

Tenho a felicidade de ter nascido homem e nem me sei colocar numa situação dessas, parecendo-me apenas de que esse sofrimento não deverá fazer parte dos nossos tempos. Sinto as palavras da minha mãe e de todas as mães antes do dia da liberdade e envergonho-me por tudo aquilo que as fizemos sofrer.

A idade não conta

As minhas colegas fizeram parte do elenco. Um elenco de idade a dar provas de que a idade não conta e que os sonhos podem ser sempre concretizados. Basta acreditar!

Muitos parabéns a todo o elenco. Divertiram-se, fizeram-nos divertir e passei um momento espetacular na vossa presença. A encenação ficou a cargo do Grupo de Teatro Amador Corações Vale de Figueira e a peça foi apresentada no Atlético de Via Rara em Santa Iria da Azoia.

Uma palavra especial para a Fernanda Vargas e a Rosário Veiga. Duas mulheres de mão cheia a ensinarem-me que a felicidade se conquista com as nossas realizações. Muitos Parabéns a todos.

Quando alguém te der um limão…

Faz uma limonada!

Compartilhe nas Redes Sociais

Comentários