Instalações desportivas? O Rei vai nu!

Compartilhe nas Redes Sociais

Compartilhe nas Redes Sociais

Post mais recente

Chegar à velhice na nossa geração, torna-se a maior aventura de todos os tempos. As metas e objetivos que traçamos para a nossa vida, o desgaste da rotina do dia-a-dia, as preocupações em vivermos neste mundo onde tudo passa depressa e sem tempo para se olhar para trás, diria mesmo que estamos a atravessar uma das piores fases da nossa existência. Não descobrimos o fogo, nem o ferro, nem a luz, mas descobrimos milhões de coisas com uma dimensão tão grande que nos esquecemos do essencial da vida: Viver! Há duas semanas atrás recebi a notícia de um lar de

AG e os Meias Limonada - Música POP Portuguesa

Banda de 10 elementos ou Dueto de voz e Piano para locais mais intimistas

O Andebol é uma as minhas paixões desde sempre.

Hoje fui surpreendido pelo meu amigo Francisco ao enviar-me esta fotografia. Não faço a mínima ideia do ano em que a mesma foi tirada, mas fazendo algumas contas de cabeça, diria que estaríamos no ano da graça de 1986/87. 

Se assim for, teria a idade de 16/17 anos. São caras que me alegram rever e recordar que fomos felizes naquela altura em que as condições para a prática da modalidade eram muito boas. O Pavilhão que servia de “casa do Clube Académico de Mafra” era cedido pela Escola Prática de Infantaria. As instalações eram fantásticas e aos dias de hoje ponho em causa se existirão algumas com a mesma qualidade.

Como é possível, decorridos alguns anos (35 anos) não existirem condições nas Instalações para a prática das modalidades de Pavilhão? Vou até um pouco mais longe:

  1. A prática desportiva é um bem essencial para toda a população;
  2. Os recintos desportivos deverão ser munidos de condições para a prática da modalidade;
  3. Os recintos desportivos deverão ser acolhedores para o público;
  4. As instalações sanitárias (balneários) dos atletas devem ser dignas;
 
Dito isto, perco toda a razão ao saber que na minha terra todas estas condições estão a 100%. Como ninguém se queixa, como ninguém diz nada, concluo que tudo está bem ou então o Rei vai nu. Se o Rei vai nu, coisa em que não acredito, deve rapidamente reunir os seus cavaleiros e fugir para Espanha. 
Hoje apetece-me escrever assim…
 
Coloque a coroa quem quiser!

Quando alguém te der um limão…

Faz uma limonada!

Compartilhe nas Redes Sociais

Comentários