Com 17 anos…é obra!

Compartilhe nas Redes Sociais

Compartilhe nas Redes Sociais

Chegar à velhice na nossa geração, torna-se a maior aventura de todos os tempos. As metas e objetivos que traçamos para a nossa vida, o desgaste da rotina do dia-a-dia, as preocupações em vivermos neste mundo onde tudo passa depressa e sem tempo para se olhar para trás, diria mesmo que estamos a atravessar uma das piores fases da nossa existência. Não descobrimos o fogo, nem o ferro, nem a luz, mas descobrimos milhões de coisas com uma dimensão tão grande que nos esquecemos do essencial da vida: Viver! Há duas semanas atrás recebi a notícia de um lar de

AG e os Meias Limonada - Música POP Portuguesa

Banda de 10 elementos ou Dueto de voz e Piano para locais mais intimistas

O que se poderá dizer sobre um atleta que faz 19 golos num jogo de extrema importância e de elevado nível?

O Sporting perdeu nos últimos segundos de jogo frente ao FCPorto por apenas um golo de desvantagem: 28-29. Até poderíamos fazer referência ao jogo em sí, mas não seria certo da minha parte deixar de destacar um jogador que esteve ao seu mais alto nível. Um atleta que faz 19 golos num jogo de exigência máxima e cujo resultado está em causa um possível título Nacional. É obra.

Francisco Costa tem provado este ano que é um atleta de futuro, para não dizer, já é um jogador do presente. Atletas de primeira linha na posição de lateral direito vão sendo raridades cada vez mais. São raras as equipas no nosso campeonato que apresentam um atleta nessa posição a jogar com o braço esquerdo e com tão boas performances. Há que dar dimensão a este tipo de jogadores. 

Francisco já foi opção para a nossa seleção e acredito que depois de ter lá entrado, jamais irá sair, dada a sua dimensão de valor. No entanto o trabalho ainda está no início e para que o Francisco se possa afirmar no patamar dos melhores terá que percorrer um longo caminho na sua evolução física.

Na componente técnica, diria que há muito que não se via um jogador com esta facilidade de remate e pega de bola. Seria muito mais fácil, dada a estrutura física que apresenta, terem apostado neste atleta na posição de ponta direita, o que seria limitador. Talvez sejam nestes momentos que tudo se encaixa na perfeição. tendo Ricardo Costa como treinador, nada menos do que seu pai, fez com que a aposta fosse mais convicta na posição de lateral direito.

Agora há que trabalhar a componente física para que os embates na primeira linha sejam mais iguais e se possível superiores ao dos seus defensores. Esta é uma etapa dura a que muitos atletas não estão preparados mentalmente para o fazerem, pois pede-se muito deles e recai em muito na sua responsabilidade com o treino individual e numa mudança de vida dedicada aos objetivos pretendidos.

Francisco Costa, tens tudo para te tornares um dos melhores jogadores do mundo. Agora cabe-te a ti decidires o caminho que queres levar.

Boa sorte na tua carreira e muitos Parabéns pelo nível que já atingiste com 17 anos. Estarei, assim como todos os amantes da modalidade, de olhos atentos á tua carreira.

Força campeão.

Quando alguém te der um limão…

Faz uma limonada!

Compartilhe nas Redes Sociais

Comentários