Anfiteatro Cristina Ferreira

Compartilhe nas Redes Sociais

Compartilhe nas Redes Sociais

Chegar à velhice na nossa geração, torna-se a maior aventura de todos os tempos. As metas e objetivos que traçamos para a nossa vida, o desgaste da rotina do dia-a-dia, as preocupações em vivermos neste mundo onde tudo passa depressa e sem tempo para se olhar para trás, diria mesmo que estamos a atravessar uma das piores fases da nossa existência. Não descobrimos o fogo, nem o ferro, nem a luz, mas descobrimos milhões de coisas com uma dimensão tão grande que nos esquecemos do essencial da vida: Viver! Há duas semanas atrás recebi a notícia de um lar de

AG e os Meias Limonada - Música POP Portuguesa

Banda de 10 elementos ou Dueto de voz e Piano para locais mais intimistas

Cristina Ferreira venceu o prémio mais bonito e importante da sua carreira.

Não tenho o prazer de conhecer a Cristina Ferreira, embora já tivesse tentado por muitas vezes chegar perto dela. Reconheço-lhe coragem, força e acima de tudo, muita determinação e trabalho. Fico sinceramente feliz por ser do meu concelho e levar o nosso nome além fronteiras.

Poderia arranjar muitos e válidos argumentos para criticar este distinção, mas seria injusto da minha parte estar a fazê-lo quando lhe reconheço mérito. Desta forma respeito este dia feliz para a distinguida, assim como respeito todos os Mafrenses que tomaram esta decisão.

Para mim, o mais importante, é que a Malveira ganhou vida. Foram anos e anos de indefinição e de um nivelamento por baixo. Quem agora passa neste espaço sente-se bem e feliz pelas modificações efetuadas. Possivelmente os feirantes não terão  a mesma opinião, mas acho que já chega de Malveira da feira do gado! É importante? Claro que deva ser importante, mas no centro da vila?

Em boa altura as obras de requalificação foram terminadas e agora pede-se vida, muita vida! 

Neste campo é que o futuro vai ditar o seu caminho. Um anfiteatro que abre portas a muitas atividades e sendo assim, ficamos à espera que elas cresçam e consigam dar vida ao espaço que hoje foi inaugurado. Não se espera vida fácil, pois mais uma vez, o espaço sendo ao ar livre, limita em muito a sua utilização (Só com bom tempo), assim como a sua rentabilização (não tem controlo de entradas). Tudo isto para chegarmos à conclusão de que o investimento que se possa efetuar nesta área estará, mais uma vez, dependente de dinheiros públicos.

Esperamos que a cultura ganhe força na Malveira e que brevemente possamos assistir a grandes eventos neste local.

Quando alguém te der um limão…

Faz uma limonada!

Compartilhe nas Redes Sociais

Comentários